Odaíba, a Ilha Artificial de Tóquio, mais um Grande Surpresa da Viagem!

Estamos no sétimo e último dia em Tóquio e não encontramos o Sonic, o ouriço azul lançado pela Sega, como falei no post de Akihabara. O Santiago já sabia que Tóquio era cidade do Sonic e ainda perguntava se um dia iríamos encontrá-lo mesmo ele sendo tão rápido, rs. Sou daquelas que quando promete algo ao filhos tem que cumprir, então tiramos este dia para fazer uma pesquisa sobre o danadinho e onde encontrá-lo com certeza. Depois de pesquisar na internet do hotel pegamos o endereço da Joypolis,um parque de diversões da Sega que é a desenvolvedora dos video games com o personagem do pequeno ouriço. Existem vários destes parques pelo Japão, separamos o que fosse mais próximo e aproveitamos para conhecer mais coisas no mesmo bairro, numa pesquisa rápida anotamos endereços e dicas de como chegar.
Pegamos a linha Yurikamome e imaginamos que era mais um trem entre tantos outros que pegamos e no trajeto fomos percebendo que era muito mais.

Yurikamome é o primeiro sistema de transporte totalmente automatizado no Japão, sem motorista a bordo e totalmente controlado por computador, e usa pneus ao invés de rodas de aço dos trens. Esta linha foi construída elevada do solo para atravessar a ponte Rainbow Bridge que corta a baía de Tóquio.

A impressão inicial é de estar num filme futurista, o trajeto é todo suspenso e passávamos na altura do sétimo andar dos grandes arranha céus da região. Passando por cima das ruas e viadutos e sempre subindo cada vez mais como numa montanha russa até que avistamos o mar e toda a maravilhosa baia de Tóquio. Após fazer um loop de 270 graus a vista panorâmica das ilhas é de tirar o fôlego.

Nossa sensação de estarmos num filme futurista não acabou aqui, se manteve durante todo nosso passeio. A região é Odaiba, posso dizer que foi a grande surpresa da viagem, pois em toda pesquisa feita para organizar nossas férias em nenhum lugar li referência sobre esta ilha. O lugar é lindo, futurista, levemente arborizado, com uma faixa de areia banhada pelo mar onde se pode praticar esportes náuticos e ainda pegar um bronze ( dúvido que alguma japonesa queira, rs). Em toda orla da baia de Tóquio só existem duas faixas de areia para o lazer. Esta ilha artificial foi construída em cima de um aterro de lixo tratado num período pré crise no Japão, ficando um pouco desacreditada pelos grandes investidores, mas com o passar dos anos hoje Odaiba é o bairro mais moderno de Tóquio, tem todo um sistema de coleta de lixo invejável (bom, invejável tudo é em Tóquio). Quase 100% do lixo é reaproveitado e a usina de reciclagem transforma em energia utilizada pela própria ilha.

A ilha tem muitas atrações de lazer e compras, muitas mesmo, só fomos descobrindo conforme íamos avistando as grandes construções e complexos.

Fomos direto ao Miraikan que é o Museu de Ciência Emergente e de Inovação. Há uma riqueza de exposições interessantes, incluindo a medicina de ponta, da robótica e do transporte. O interativo e bilíngüe museu de ciência foi construido em um aço de alta tecnologia e de vidro.


São muitas coisas novas para nós visitantes e fica difícil destacar algo, mas vou tentar. A primeira coisa que fizemos foi pegar nossas entradas para o concorrido planetário. Os meninos assistiram toda a apresentação com olhos grudados na imensa tela hemisférica e detalhe a primeira que fui em 3D.

Destaque para as exibições em tempo real de dados de uma enorme variedade de sismógrafos em todo o Japão, que mostra o país suavemente vibrando.
O globo Geo-cosmos mostra quase em tempo real telas de padrões climáticos globais, as temperaturas oceânicas e cobertura de vegetação.

Asimo , o robo da Honda que foi um dos primeiros humanóides como robô. Ele está sendo treinado e espera-se que seja capaz de dar visitas guiadas ao centro nos próximos anos.

Outro robô em exposição toma a forma de um bebê foca ,conhecido como Paro, ele pode interagir com as pessoas e é um prazer para todos fazer carinho e ver as reações dele, Paro é uma realização da pesquisa em robótica avançada. Uma de suas funções é oferecer conforto e prazer por meio de “interação” com os humanos.

“Halluc II” é uma máquina exemplificando o slogan, “futuro da mobilidade”, e visa atender as necessidades dos seres humanos. Ele é capaz de adaptar-se de forma flexível e atravessa uma grande variedade de ambientes e pode confortavelmente coexistir com o meio ambiente.

Inte-robô
Este é um robô que duplica a reação humana mostrando simpatia ao responder a uma voz humana. É um sistema de comunicação que encoraja um sentido de unidade na comunicação entre um humano e um robô através da introdução de ritmos físicos, tais como acenos e gestos para interação do robô. É muito estranho ver aqueles humanóides reagindo à nossas atitudes.

Também em exibição é um modelo real em tamanho do submarino Shinkai 6500. Este é o submarino tripulado que chegou a maior profundidade no mar do mundo fazendo pesquisas e levando o homem à lugares nunca imaginados.

A parte de Ciências da Vida lida com algumas das pesquisas médicas incríveis que estão sendo feitas hoje. Há um monte de informações sobre nano tecnologia, que se espera venha a ser usado na medicina nos próximos anos. Existem vários displays interativos e vídeo que explica atual e futura investigação médica.

Entre as muitas novidades outra coisa que chamava a nossa atenção era a disposição dos funcionários multilingues,ensinando sobre a ciência de ponta japonesa e quando eles iam sabendo que éramos brasileiros ficava muito difícil seguir para a próxima atração porque eles queriam saber, conversar e rir juntos, e mais uma vez; bem quando estamos em lugares de ponta, que sentimos que o bem mais precioso do Japão é seu povo sem dúvida nenhuma e arrisco dizer aqui bem baixinho só para mim, eles não tem nada de comportamento frio e sisudo para mim são alegres, sorridentes e atenciosos.

Voltando ao Miraikan, é liderado pelo astronauta japonês Dr. Mamoru Mohri e o edifício foi inaugurado em 2001.
Ufa! Foi difícil tirar os meninos de dentro do museu, afinal ainda tínhamos muito que explorar na maravilhosa ilha de Odaíba! E é claro, ver o Sonic! Nosso dia ainda não terminou!conto mais depois.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized, Viagens com as etiquetas , , , , , , , , . ligação permanente.

4 respostas a Odaíba, a Ilha Artificial de Tóquio, mais um Grande Surpresa da Viagem!

  1. Ro diz:

    Que demais! As loucuras da tecnologia, impressionante!!!
    E a curiosidade deles em explorar o que a gente nem entende é muito legal né, criança é muito verdadeira!!!

  2. Ro diz:

    Ah, esqueciii de falar da viagem futurística de trem! Que imagens impressionantes!
    Realmente parece tudo perfeito, nada fora do lugar e tudo pensadinho!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s