Procurando um Endereço em Tóquio

Segundo dia de Tóquio e dia de passear em Shibuya. Fomos para o bairro à tarde, porque pela manhã nos “perdemos” dentro de uma loja de departamentos próxima ao hotel e acabamos almoçando no restaurante do hotel. Um almocinho muito básico perto do que ja estavamos acostumados, penne com cogumelos e saladinha.
Pegamos um trem na estação de Shinjuku e descemos na estação de Shibuya, nem preciso dizer que são as duas maiores estações em Toquio.
Cada estação é uma verdadeira cidade com suas lojas, mercados e até mesmo as grandes grifes. É muito fácil passar um dia ou mais dentro de uma delas. Mas é claro, não foi isso que fizemos, tinhamos dois objetivos. Um era conhecer o maior cruzamento do mundo, o cruzamento de Shibuya que é na frente da estátua em homenagem à Hachico, àquele cão que ficou anos aguardando seu mestre na porta desta mesma estação.

E o segundo era encontrar uma loja, Junie Moon, onde eu encontraria minha tão esperada Blythe.
Encontar endereços no Japão é uam aventura que poucos ocidentais finalizam com sucesso, rs. As ruas não tem nomes, e os números existentes nos endereços são baseados no número da zona, quadra, casa e quadrilatero respectivamente, entendeu?? Ou seja só as grandes ruas recebem nomes, o resto… ah deixa para lá!!
Saimos com o endereço e um mapa muito simplificado. No total fizemos 7 paradas para perguntar para alguem como chegar no endereço. Eu já havia desistido e olha que era para satisfazer o MEU desejo, rs. Mas o maridón não se entregou e rodamos caminhando abaixo de garoa por mais de uma hora.

Cansados e encharcados, quase sentando na calçada para lamentar eis que o pequeno luminoso da loja que eu tanto queria brilha em frente aos meus olhos, o cansaço se foi e la fui eu utilizando da mímica para conseguir o que eu queria!

Acho que ela e a loja merecem um post exclusivo, ou não?! Estou ainda eufórica com sua chegada, por isso vou esperar a eufória passar para não torná-la (a boneca) o centro das atenções, rs.

Nosso dia não acaba aqui, ainda tinhamos que voltar e curtir o bairro, mas muita coisa aconteceu nesse caminho e amanhã eu conto.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized, Viagens com as etiquetas , , , , , , , . ligação permanente.

5 respostas a Procurando um Endereço em Tóquio

  1. Ro diz:

    HAhaihaiihahia, ameeeei a sequencia das fotos dos perdidos, boa demais!
    E esse bonecão?! Vai voltar no colo de alguém!
    Muito fofura a lojinha, adorei! Quero detalhes sim!

    E hj chega de comentários né, já deixei tudo em dia!
    Beijocas e óóótima viagem!

  2. Oi Ro! Obrigada pela participação, rs. Quanto à boneca estou pensando em comprar uma bolsa só para ela, rsrs.

  3. Olá Aryele, tudo bem? Sou jornalista da Revista We Love Doll e estou fazendo uma matéria sobre como comprar sua primeira fashion doll (inclusive blythes). Adorei o seu post sobre a sua ida a Junie Moon e gostaria de saber se você poderia me conceder uma entrevista. Pode ser por e-mail ou telefone, o que você achar melhor.
    Desde já agradeço
    Abçs
    Isabel Teruiya

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s